Nunca deixe pouco combustível no tanque.

Quando você estiver usando seu veículo com frequência, procure manter o tanque de combustível sempre em bom nível, de preferência acima de ¼ de combustível. É possível que, se você estiver rodando na reserva ou com o tanque em baixo nível, aspire impurezas do tanque, o que certamente prejudicará o bom funcionamento do motor.

tanque-vazio

Isso ocorre porque os sistemas de distribuição de combustíveis podem apresentar impurezas e, portanto, ao abastecer o veículo, é possível que algumas impurezas possam acabar no tanque. Assim, se o tanque estiver com pouco combustível, é mais provável que o sistema de alimentação de combustível acabe por aspirar essas impurezas.

Vale a pena converter para gás natural?

Faça uma conta para ver se vale a pena. Calcule os custos que você tem para a quilometragem que normalmente roda. Após calcular quanto gasta com gasolina ou o combustível, faça a conta de quanto você gastaria se utilizasse o kit gás. Veja a diferença que você estaria economizando e faça uma simples análise em quanto tempo se pagariam os custos pela instalação deste kit com a economia proporcionada?

gas-natural

Leve em consideração algumas desvantagens do gás como: menor desempenho, menos autonomia e espaço que se perde na mala pois o cilindro fica lá, sem falar em um peso a mais no porta-malas. Em regra geral o kit gás é interessante para quem trabalha com o carro ou roda muito, mas para outros, nem tanto.

Aditivos

Os aditivos são vistos como uma manutenção preventiva ou uma simples despesa para ser evitada, mas são bastante úteis. Os mais conhecidos são os aditivos que trabalham junto com os lubrificantes do motor, cuja função é diminuir atritos internos.

aditivos-combustivelExistem dois tipos de uso para esses aditivos, alguns para motores novos, uma forma de prolongar a vida do motor e, os outros, para motores cansados, que pretendem agir sobre as folgas internas, isto é folgas de bronzinas e anéis, diminuindo a queima de óleo.

Aditivos para combustível: têm basicamente a função detergente e de limpeza dos sistemas de alimentação. Sua eficácia é limpar dutos de combustível e bicos injetores, alem de promover uma leve ação anti-ferrugem através da lubrificação dos injetores ou carburadores.

Aditivos para cambio e transmissão: podem mostrar rapidamente sua eficiência. São indicados tanto para cambio como para transmissão, aderindo bem à superfície de contato das engrenagens, eixos e rolamentos.

Aditivos para radiadores: mais conhecido como etileno-glicol, o aditivo obrigatório para radiadores, tem como função elevar o ponto de fervura da água (para acima de 100º C) e também evitar formação de ferrugem interna no radiador, bloco do motor e demais componentes do sistema de refrigeração.

No Responses

Leave a Reply